21/06/2017 • 13:40

Saiba como proteger seus olhos no frio

  No frio é comum o olho coçar, arder e parecer que está raspando a cada piscada. Algumas doenças oculares chegam a triplicar nesta época do ano, acompanhando estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) de aumento das doenças respiratórias como gripe, asma, rinite e sinusite.

Conjuntivite viral

  No frio, a maior proliferação de vírus no ar, somando as aglomerações em ambientes fechados, representam o risco ‘número um’ para a saúde dos  olhos. Isso porque facilitam a transmissão da conjuntivite viral; uma inflamação. Os sintomas são: pálpebras inchadas, vermelhidão, coceira, ardência, sensação de areia nos olhos. O tratamento é feito com lubrificação intensa e colírios anti-inflamatórios prescritos por médicos.

 Síndrome do olho seco

  Coceira nos olhos, vermelhidão, visão borrada, aversão à luz e desconforto após ver TV, ler ou usar o computador. Estes são os sintomas da síndrome do olho seco, uma alteração na qualidade ou quantidade da lágrima que nessa época dobra por causa da baixa umidade e aumento da poluição. O tratamento é a lágrima artificial, um colírio específico prescrito por um médico.

Aproveite e cadastre-se em nosso site caso ainda não tenha seu login e senha

Primeiro acesso? Cadastre-se aqui.

Login

nome
e-mail válido
senha
confirmar senha
e-mail
senha
Esqueceu a senha?
Para lembrar, digite seu e-mail no campo acima e clique aqui.
21/06/2017 • 13:40

Saiba como proteger seus olhos no frio

  No frio é comum o olho coçar, arder e parecer que está raspando a cada piscada. Algumas doenças oculares chegam a triplicar nesta época do ano, acompanhando estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) de aumento das doenças respiratórias como gripe, asma, rinite e sinusite.

Conjuntivite viral

  No frio, a maior proliferação de vírus no ar, somando as aglomerações em ambientes fechados, representam o risco ‘número um’ para a saúde dos  olhos. Isso porque facilitam a transmissão da conjuntivite viral; uma inflamação. Os sintomas são: pálpebras inchadas, vermelhidão, coceira, ardência, sensação de areia nos olhos. O tratamento é feito com lubrificação intensa e colírios anti-inflamatórios prescritos por médicos.

 Síndrome do olho seco

  Coceira nos olhos, vermelhidão, visão borrada, aversão à luz e desconforto após ver TV, ler ou usar o computador. Estes são os sintomas da síndrome do olho seco, uma alteração na qualidade ou quantidade da lágrima que nessa época dobra por causa da baixa umidade e aumento da poluição. O tratamento é a lágrima artificial, um colírio específico prescrito por um médico.

Link
seu nome
seu e-mail
e-mail destinat√°rio
mensagem
0 coment√°rios

360 caracteres restantes