13/12/2017 • 15:34

Ibitinga está fora de risco de epidemia de Dengue, segundo Ministério da Saúde

Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado em novembro, inclui dados de risco para epidemia de Dengue de todos os municípios brasileiros

Ibitinga e as cidades da região estão fora do índice de alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya, de acordo com o novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), do Ministério da Saúde, divulgado no último dia 28 (veja o quadro com relação das cidades). Em 2015, o índice LIRAa divulgado pelo Governo Federal indicava Ibitinga com índice preocupante: 2,6%, mantendo a cidade em alerta.

   Segundo o Ministério da Saúde, o alerta de risco é um estágio intermediário, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9%. O índice mais alto é o estado de risco, que significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito.

  Uma das ações tomadas pela prefeitura das cidades, é o bloqueio de 25 quarteirões na região do caso de dengue, ou seja do imóvel onde o caso da dengue foi registrado. A vi-sita de casa em casa para verificar possíveis criadouros do mosquito, começa a fechar o cerco depois do registro do caso.

LIRAa

  O LIRAa indicou que 357 municípios brasileiros estão em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito. No total, 3.946 cidades de todo o país fizeram o levantamento.

  Além das cidades em situação de risco, o LIRAa identificou 1.139 municípios em alerta, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9% e 2.450 municípios com índices satisfatórios, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada.

Índice de risco de epidemia nos municípios da região

Bariri: 0,5

Boa Esperança do Sul: 0

Borborema: 0,4

Ibitinga: 0,8

Iacanga: 0,2

Itápolis: 2

Itaju: 1,8

Tabatinga: 0,3

Nova Europa: 0,8

Aproveite e cadastre-se em nosso site caso ainda não tenha seu login e senha

Primeiro acesso? Cadastre-se aqui.

Login

nome
e-mail válido
senha
confirmar senha
e-mail
senha
Esqueceu a senha?
Para lembrar, digite seu e-mail no campo acima e clique aqui.
13/12/2017 • 15:34

Ibitinga está fora de risco de epidemia de Dengue, segundo Ministério da Saúde

Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado em novembro, inclui dados de risco para epidemia de Dengue de todos os municípios brasileiros

Ibitinga e as cidades da região estão fora do índice de alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya, de acordo com o novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), do Ministério da Saúde, divulgado no último dia 28 (veja o quadro com relação das cidades). Em 2015, o índice LIRAa divulgado pelo Governo Federal indicava Ibitinga com índice preocupante: 2,6%, mantendo a cidade em alerta.

   Segundo o Ministério da Saúde, o alerta de risco é um estágio intermediário, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9%. O índice mais alto é o estado de risco, que significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito.

  Uma das ações tomadas pela prefeitura das cidades, é o bloqueio de 25 quarteirões na região do caso de dengue, ou seja do imóvel onde o caso da dengue foi registrado. A vi-sita de casa em casa para verificar possíveis criadouros do mosquito, começa a fechar o cerco depois do registro do caso.

LIRAa

  O LIRAa indicou que 357 municípios brasileiros estão em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito. No total, 3.946 cidades de todo o país fizeram o levantamento.

  Além das cidades em situação de risco, o LIRAa identificou 1.139 municípios em alerta, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9% e 2.450 municípios com índices satisfatórios, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada.

Índice de risco de epidemia nos municípios da região

Bariri: 0,5

Boa Esperança do Sul: 0

Borborema: 0,4

Ibitinga: 0,8

Iacanga: 0,2

Itápolis: 2

Itaju: 1,8

Tabatinga: 0,3

Nova Europa: 0,8

Link
seu nome
seu e-mail
e-mail destinatário
mensagem
0 comentários

360 caracteres restantes