18/10/2017 • 12:17

Consumo de chá para 'tratamentos' é arriscado, alerta especialista

Desinformação sobre ingestão de alguns chás pode levar a graves problemas no fígado

 Durante as férias e após feriados, receitas de chás com ervas e plantas prometem milagres para curar a ressaca, emagrecer, desintoxicar e até limpar os rins e fígado. Porém, apesar de comum, o uso de chás para "tratamentos" não é recomendável.

  "Ao contrário do que a população imagina, alguns tipos de chá podem provocar graves intoxicações ao fígado independentemente da quantidade consumida", explicou a médica Dra. Carolina Pimentel, especialista em Gastroenterologia e Hepatologia e integrante da equipe de transplante hepático do Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini, em entrevista ao Portal do Governo do Estado.

   De acordo com a especialista, chás comuns como; o verde, cascara sagrada e cavalinha, até outros mais raros, com promessas de desintoxicação do fígado, muito comuns depois de festas, férias e feriadões, por exemplo, podem causar dano ainda maior ao fígado como inflamação do órgão. A intoxicação não é fácil de ser diagnosticada, pois não produzem sintoma, mas dá uma dica: fraqueza no corpo e olhos amarelados são indicadores da contaminação, mas apenas exames de sangue e uma avaliação médica são capazes de confirmar o diagnóstico.

Aproveite e cadastre-se em nosso site caso ainda não tenha seu login e senha

Primeiro acesso? Cadastre-se aqui.

Login

nome
e-mail válido
senha
confirmar senha
e-mail
senha
Esqueceu a senha?
Para lembrar, digite seu e-mail no campo acima e clique aqui.
18/10/2017 • 12:17

Consumo de chá para 'tratamentos' é arriscado, alerta especialista

Desinformação sobre ingestão de alguns chás pode levar a graves problemas no fígado

 Durante as férias e após feriados, receitas de chás com ervas e plantas prometem milagres para curar a ressaca, emagrecer, desintoxicar e até limpar os rins e fígado. Porém, apesar de comum, o uso de chás para "tratamentos" não é recomendável.

  "Ao contrário do que a população imagina, alguns tipos de chá podem provocar graves intoxicações ao fígado independentemente da quantidade consumida", explicou a médica Dra. Carolina Pimentel, especialista em Gastroenterologia e Hepatologia e integrante da equipe de transplante hepático do Hospital de Transplantes Euryclides de Jesus Zerbini, em entrevista ao Portal do Governo do Estado.

   De acordo com a especialista, chás comuns como; o verde, cascara sagrada e cavalinha, até outros mais raros, com promessas de desintoxicação do fígado, muito comuns depois de festas, férias e feriadões, por exemplo, podem causar dano ainda maior ao fígado como inflamação do órgão. A intoxicação não é fácil de ser diagnosticada, pois não produzem sintoma, mas dá uma dica: fraqueza no corpo e olhos amarelados são indicadores da contaminação, mas apenas exames de sangue e uma avaliação médica são capazes de confirmar o diagnóstico.

Link
seu nome
seu e-mail
e-mail destinatário
mensagem
0 comentários

360 caracteres restantes