10/10/2017 • 15:11

Idoso teve prejuízo de R$ 7,8 mil em suposto caixa adulterado

Vítima foi informada de saque não autorizado de R$ 2,1 mil e compras no valor de R$ 5,7 mil

  Depois de tentar fazer um saque em um terminal eletrônico do Banco do Brasil, em Ibitinga, um homem de 86 anos registrou um B.O. (Boletim de Ocorrência) alegando que teve seu cartão bancário clonado, e um prejuízo de R$ 7,8 mil. O crime de estelionáto aconteceu no último dia 07, por volta das 9:30 horas.

   De acordo com o boletim de ocorrência, Geraldo Roque Doro tentou efetuar um saque, mas foi surpreendido quando o cartão ficou preso no equipamento e uma mensagem no visor da tela do terminal apresentava um número de 0800 para realizar um contato. Sem desconfiar, o idoso ligou para o número e foi atendido por um homem que se dizia ser atendente.

  Na conversa, o idoso passou o número da conta, dados dele e a senha do cartão. No diálogo até foi informado um número de protocolo para autenticar a conversa, que até informou que o cartão estava sendo bloqueado naquele momento, e que na segunda-feira, o idoso poderia solicitor outro cartão.

   Segundo o idoso, no período da tarde ele percebeu que tudo não passou de um golpe. Ele recebeu uma mensagem que seu cartão teria sido usado na Lojas Renner. Depois ele ligou para a agência do banco e percebu que o seu cartão não estava bloqueado, e estava sendo usado. O criminoso sacou R$ 2,1 mil, e gastou mais R$ 5,7 mil no débito. A vítima não soube verificar quanto foi gasto na modalidade crédito.

Mais tarde, o cliente foi surpreendido ao saber que um saque no valor de R$ 2.100 e mais uma compra de R$ 5100 em uma loja magazine foram efetuados sem autorização do portador do cartão.

O golpe foi registrado na Delegacia de Polícia de Ibitinga e o banco está cientes sobre o acontecimento.

Aproveite e cadastre-se em nosso site caso ainda não tenha seu login e senha

Primeiro acesso? Cadastre-se aqui.

Login

nome
e-mail válido
senha
confirmar senha
e-mail
senha
Esqueceu a senha?
Para lembrar, digite seu e-mail no campo acima e clique aqui.
10/10/2017 • 15:11

Idoso teve prejuízo de R$ 7,8 mil em suposto caixa adulterado

Vítima foi informada de saque não autorizado de R$ 2,1 mil e compras no valor de R$ 5,7 mil

  Depois de tentar fazer um saque em um terminal eletrônico do Banco do Brasil, em Ibitinga, um homem de 86 anos registrou um B.O. (Boletim de Ocorrência) alegando que teve seu cartão bancário clonado, e um prejuízo de R$ 7,8 mil. O crime de estelionáto aconteceu no último dia 07, por volta das 9:30 horas.

   De acordo com o boletim de ocorrência, Geraldo Roque Doro tentou efetuar um saque, mas foi surpreendido quando o cartão ficou preso no equipamento e uma mensagem no visor da tela do terminal apresentava um número de 0800 para realizar um contato. Sem desconfiar, o idoso ligou para o número e foi atendido por um homem que se dizia ser atendente.

  Na conversa, o idoso passou o número da conta, dados dele e a senha do cartão. No diálogo até foi informado um número de protocolo para autenticar a conversa, que até informou que o cartão estava sendo bloqueado naquele momento, e que na segunda-feira, o idoso poderia solicitor outro cartão.

   Segundo o idoso, no período da tarde ele percebeu que tudo não passou de um golpe. Ele recebeu uma mensagem que seu cartão teria sido usado na Lojas Renner. Depois ele ligou para a agência do banco e percebu que o seu cartão não estava bloqueado, e estava sendo usado. O criminoso sacou R$ 2,1 mil, e gastou mais R$ 5,7 mil no débito. A vítima não soube verificar quanto foi gasto na modalidade crédito.

Mais tarde, o cliente foi surpreendido ao saber que um saque no valor de R$ 2.100 e mais uma compra de R$ 5100 em uma loja magazine foram efetuados sem autorização do portador do cartão.

O golpe foi registrado na Delegacia de Polícia de Ibitinga e o banco está cientes sobre o acontecimento.

Link
seu nome
seu e-mail
e-mail destinatário
mensagem
0 comentários

360 caracteres restantes