13/11/2017 • 15:41

Raízen encerra atividades na Usina Tamoio e demite cerca de 200 funcionários

Empresa informou que a paralisação se deve ao cenário de menor disponibilidade de cana-de-açúcar na região de Araraquara (SP)

Cerca de 200 funcionários da Raízen foram demitidos em Araraquara (SP) nesta segunda-feira (13), segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústrias de Alimentação. A empresa informou que vai suspender as atividades na cidade por dois anos.

Os trabalhadores foram comunicados da demissão pela diretoria de recursos humanos e já encerraram as atividades. A falta de matéria-prima foi uma das justificativas, afirmou o sindicato.

Em comunicado à imprensa, a Raízen informou que a paralisação se dará devido a um cenário de menor disponibilidade de cana-de-açúcar nesta região e otimização logística e de produção.

“A cana-de-açúcar destinada à unidade Tamoio será redirecionada a outras unidades da empresa, não havendo redução da moagem total do Grupo Raízen. A operação agrícola própria e dos fornecedores de cana da Raízen não será impactada", informou a nota.

Aproveite e cadastre-se em nosso site caso ainda não tenha seu login e senha

Primeiro acesso? Cadastre-se aqui.

Login

nome
e-mail válido
senha
confirmar senha
e-mail
senha
Esqueceu a senha?
Para lembrar, digite seu e-mail no campo acima e clique aqui.
13/11/2017 • 15:41

Raízen encerra atividades na Usina Tamoio e demite cerca de 200 funcionários

Empresa informou que a paralisação se deve ao cenário de menor disponibilidade de cana-de-açúcar na região de Araraquara (SP)

Cerca de 200 funcionários da Raízen foram demitidos em Araraquara (SP) nesta segunda-feira (13), segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústrias de Alimentação. A empresa informou que vai suspender as atividades na cidade por dois anos.

Os trabalhadores foram comunicados da demissão pela diretoria de recursos humanos e já encerraram as atividades. A falta de matéria-prima foi uma das justificativas, afirmou o sindicato.

Em comunicado à imprensa, a Raízen informou que a paralisação se dará devido a um cenário de menor disponibilidade de cana-de-açúcar nesta região e otimização logística e de produção.

“A cana-de-açúcar destinada à unidade Tamoio será redirecionada a outras unidades da empresa, não havendo redução da moagem total do Grupo Raízen. A operação agrícola própria e dos fornecedores de cana da Raízen não será impactada", informou a nota.

Link
seu nome
seu e-mail
e-mail destinatário
mensagem
0 comentários

360 caracteres restantes